APG-RJ | Associação Profissional dos Geólogos do Estado do Rio de Janeiro

Nota da APG-RJ sobre o atual momento político

26 de maio de 2017

#FORATEMER”, “#DIRETASJÁ, em todos os níveis”, “Constituinte Já”. Estas são as palavras de ordem pertinentes, mas ainda pequenas para expressar e canalizar a indignação com o momento atual do Brasil.

Para a APG-RJ, o interesse da CNI, da FIESP, mas também do Banco Mundial e da Grande Mídia, propagandeado pelo “quem faz política é burro ou ladrão”, é ampliar a ignorância, e, a partir daí, vender os ativos nacionais possíveis, mesmo que a conta gotas. O plano é consolidar a versão de que somente com as reformas e as “entregas”, o país vai avançar.

O plano, no entanto, quem diria, degringolou por dentro! Os que pretensamente se autoconferiam inteligência, superioridade e honradez, se dividiram. É Globo contra Folha, é CNI contra FMI, é Meireles contra Temer!. Esta irresponsabilidade já levou e continuará levando, contrariamente ao que falsamente prometiam, ao aumento da dívida pública, do desemprego e da violência. Mas os donos da voz, mesmo divididos, se reagruparam rápido no mesmo barco, para um compromisso maior e imoral, representados pelos slogans “O Congresso tem que votar as reformas!”, “O Congresso tem que trabalhar!”, “O Governo tem que aprovar!”.

Decididamente NÃO! Nos posicionamos pela revogação urgente das reformas encaminhadas por um governo ilegítimo, para serem aprovadas, via toque de caixa e oportunisticamente, por uma maioria circunstancial de um congresso manipulado por interesses contrários à nacionalidade; Lutamos pela paralisação imediata do sucateamento do patrimônio público, viabilizada pela venda a conta gotas, dos ativos da Petrobras e da ampliação do prazo dado para as concessionárias que PAGARAM pela privatização de rodovias e aeroportos; Lutamos contra o desmantelamento das instituições públicas!

A APG-RJ cerra  fileiras e sempre estará junto ao campo progressista!