APG-RJ | Associação Profissional dos Geólogos do Estado do Rio de Janeiro

Últimas Notícias

MENINAS COM CIÊNCIA recebe Menção Honrosa no 8º Prêmio Ibero-americano de Educação e Museus

30 de novembro de 2017

Reproduzimos abaixo mensagem da Assessoria de Imprensa do Museu Nacional com a notícia da premiação de seu programa de educação científica voltado às meninas. É sempre agradável ver os bons resultados dos projetos de educação e difusão do conhecimento científico produzidos por nossas instituições.

“Projeto MENINAS COM CIÊNCIA: Geologia, Paleontologia e Gênero no Museu Nacional recebe Menção Honrosa no 8º Prêmio Ibero-americano de Educação e Museus.

O resultado foi anunciado pelo presidente do Instituto Brasileiro de Museus, Marcelo Araujo, durante o primeiro dia do Seminário Internacional 10 anos de cooperação entre museus, na quarta-feira, 29 de novembro, em Brasília.

A oitava edição do Prêmio Ibero-americano de Educação e Museus recebeu a inscrição de 148 projetos de 18 países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Uruguai e Venezuela. Brasil, com 33 projetos inscritos, Argentina com 23, Colômbia com 18, e Chile e Uruguai com 13 cada um, foram os países com maior participação este ano.

O Curso de Extensão MENINAS COM CIÊNCIA: Geologia, Paleontologia e Gênero, e ministrado por biólogas, astrônomas, geólogas e educadoras do Museu Nacional/UFRJ, é voltado para meninas do 6° ao 9° ano do Ensino Fundamental. Tem como objetivo discutir o papel das mulheres nas Ciências, incentivar a curiosidade sobre Geologia e Paleontologia, abordar o processo de construção do conhecimento e divulgar os trabalhos desenvolvidos por mulheres nesses campos.

O projeto, gratuito, é coordenado pelo Departamento de Geologia e Paleontologia – DGP/MN/UFRJ, em parceria com a Seção de Assistência ao Ensino – SAE/MN/UFRJ.

Veja o resultado da premiação no link http://www.ibermuseus.org/…/vencedores-da-8a-edicao-do-pre…/

premio-ibermuseus

Colabore com a APG-RJ. Se ainda não é sócio, ou ainda não quitou a anuidade, preencha o Formulário de Atualização Cadastral/Filiação, pague a Anuidade 2017 (meia anuidade – R$ 50,00) e ajude-nos a manter a entidade ativa.

 

A CRIMINALIZAÇÃO DO PROCESSO DRM-RJ – BEACHROCKS DE DARWIN

28 de novembro de 2017

Não há o que discutir na decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), pedida pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) no Processo 0267179-66.2017.8.19.0001, que afastou das suas atividades, com base nos Artigos 66 e 67 da Lei 9.605/1998, três geólogos, servidores públicos, do DRM-RJ, autores de um laudo sobre a viabilidade e a adequabilidade de implantação de um porto em Jaconé, Maricá, “favorável” ao empreendimento.

Isto porque, além da acusação oficial – “laudo ambiental total ou parcialmente falso ou enganoso, ‘omisso’ no processo de licenciamento ambiental” -, na verdade, parece ter havido a punição pelo que teria sido percebido pelo MPRJ como uma falta grave praticada no exercício do cargo, revelada pela adoção, pelos três geólogos, de uma estratégia de desqualificação, inclusive via incontinência pública e escandalosa, de outros profissionais geólogos envolvidos na questão, aí elencados, outros servidores do próprio DRM-RJ, que elaboraram laudos técnicos anteriores contra a implantação do empreendimento, em função da importância científica e histórica dos beachrocks, e de professores da UFRJ, incorporados ao processo a pedido do MPRJ. Puniu-se pelo resumo da ópera!

Contudo, como está hoje o processo, restam dúvidas quanto à efetiva influência da decisão tomada na consolidação de uma postura mais responsável e soberana por parte da instituição pública de geologia do Estado do Rio. E é aí que se concentram as expectativas da APG-RJ quanto às ações do MPRJ. Não é razoável supor que a interpretação jurídica adotada se restrinja apenas aos três técnicos (embora um deles tenha cargo de diretoria). Sabemos que um laudo técnico desta natureza, tão importante para o DRM-RJ, não é preparado, emitido e divulgado sem a participação do seu representante legal (o Presidente, assessorado pelo Jurídico), e sem o conhecimento do Secretário da Secretaria de Estado da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, do Subsecretário de Desenvolvimento Econômico e da Procuradoria Geral do Estado.

É por este motivo que a APG-RJ aguarda, com todo respeito, uma manifestação mais clara do MPRJ. Houve, no caso, falta de exação no cumprimento do dever? Houve benevolência ou negligência contributiva por parte do DRM-RJ para o licenciamento do empreendimento? Houve prejuízo ao Serviço Público? Sem estas respostas ficam em xeque o conjunto de geólogos que atuam hoje no DRM-RJ e a própria instituição. E isto não é razoável. O DRM-RJ tem uma tradição de defesa da geologia fluminense, que não pode ser confundida com a de uma instituição sem comando e sem compromisso, ou mesmo sujeita à pressão de interesses nocivos à sociedade que busca atender. Ficam em dúvida as contribuições à sociedade fluminense que fizeram o órgão ser reconhecido nacionalmente. Fica também comprometida a história dos seus ex-dirigentes que dignificaram a geologia e o serviço público.

A APG-RJ não deixará isto acontecer, pois este foi um ponto fundamental do programa que elegeu a diretoria em exercício, inquestionável para os geólogos do Rio de Janeiro.

EM DEFESA DO SERVIÇO GEOLÓGICO DO RIO DE JANEIRO!

Diretoria da APG-RJ

Colabore com a APG-RJ. Se ainda não é sócio, ou ainda não quitou a anuidade, preencha o Formulário de Atualização Cadastral/Filiação, pague a Anuidade 2017 (meia anuidade – R$ 50,00) e ajude-nos a manter a entidade ativa.

Diploma e Medalha do Mérito CREA-RJ 2017

No próximo dia 30 de novembro de 2017 (quinta), ocorrerá a cerimonia de entrega do Diploma e Medalha do Mérito CREA-RJ 2017.

Na ocasião, o geólogo da CPRM, Cassio Roberto da Silva, será um dos agraciados.

Cerimonial
Dia 30 de novembro
Horário: 18h
Sede do CREA RJ – Rua Buenos Aires, 40, 5° andar

COMPAREÇA

Colabore com a APG-RJ. Se ainda não é sócio, ou ainda não quitou a anuidade, preencha o Formulário de Atualização Cadastral/Filiação, pague a Anuidade 2017 (meia anuidade – R$ 50,00) e ajude-nos a manter a entidade ativa.

Os Facoidais na Roda de Samba II

13 de novembro de 2017

No sábado, dia 25 de novembro, das 18h às 22h ocorrerá a roda de samba “Os Facoidais na Roda de Samba II” no Grid Food Bar (Rua Fernando de Mattos, 300 – Estação Jardim Oceânico do Metrô).

O evento presta uma homenagem a Wilson das Neves, baterista, cantor e compositor, que ao longo de seus mais de cinquenta anos de carreira participou de mais de 600 gravações com grandes nomes da MPB. Wilson das Neves nos deixou há pouco mais de 02 meses, após lutar contra um câncer durante vários anos.

Uma provinha do trabalho de Wilson das Neves pode ser visto no vídeo abaixo, onde o cantor interpreta “O Dia em que o Morro Descer e Não for Carnaval”, de sua autoria em parceria com Paulo César Pinheiro.

Vídeo -> https://www.youtube.com/watch?v=mr0ZUETRnJk&index=2&list=PLu-RaLCe9IR-FpgVQpM6nA4hhd7c9JAey

Convidem os amigos, tragam a família e vamos aproveitar a boa música carioca!!!

facoidais-ii

Colabore com a APG-RJ. Se ainda não é sócio, ou ainda não quitou a anuidade, preencha o Formulário de Atualização Cadastral/Filiação, pague a Anuidade 2017 (meia anuidade – R$ 50,00) e ajude-nos a manter a entidade ativa.

 

3ª Marcha pela Ciência

9 de novembro de 2017

Entidades da sociedade civil ligadas à área de Ciência e Tecnologia organizam uma marcha em defesa das Ciência e contra os cortes orçamentários para o próximo sábado, 11 de Novembro, às 15:30h, na Praça Mauá (ver convocatória abaixo). A APG-RJ manifesta seu apoio e se soma a luta em defesa de condições dignas de trabalho, pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico, tão importantes para o desenvolvimento de um país.

Convocatória 3ª Marcha pela Ciência

De acordo com a proposta apresentada pelo governo estadual à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), por meio da Lei Orçamentária Anual (LOA), os recursos para a área de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro serão reduzidos em 48% em 2018. A previsão passou de R$ 364 milhões, em 2017, para R$ 189 milhões, em 2018.
Por outro lado, a proposta do governo federal para o orçamento do país, em 2018, faz cortes drásticos nos recursos fazendo com que eles sejam cerca de um quarto apenas do que se tinha alguns anos atrás. Na área da educação, tanto no nível estadual quanto federal, os cortes são também muito grandes.
Para pressionar o governo estadual e o governo federal, e especialmente os parlamentares estaduais e federais, a colocarem mais recursos orçamentários para a C&T e para a educação, convidamos todos e todas para a terceira edição da Marcha pela Ciência RJ que será realizada no dia 11 de novembro, às 15:30h, na praça Mauá, bem em frente ao Museu do Amanhã.

Venham e tragam seus colegas de pesquisa, alunos, professores, famílias e amigos!
Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/1535717029844574/
>> Evento: 3a. edição da Marcha pela Ciência RJ
>> Local: Praça Mauá, em frente ao Museu do Amanhã, no centro do Rio
>> Trajeto: Faremos uma caminhada até a praça XV
>> Data: 11/11/2017
>> Hora: 15:30h 

– Revisão dos recursos para ciência e tecnologia no Estado do Rio de Janeiro previstos na LOA 2018
– A garantia do pleno funcionamento das universidades públicas e dos institutos de pesquisas;
– A garantia da continuidade de bolsas de estudo e políticas de permanência para estudantes nas universidades, especialmente cotistas;
– A retomada de investimentos em ciência e tecnologia, pelo governo federal, nos mesmos patamares de 2014;
– A revogação da Emenda Constitucional 95;
 
ORGANIZAÇÃO:
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência)
Associação dos Docentes da UFRJ (Adufrj SSind)
Associação dos Docentes da UERJ (ASDUERJ)
Sindicato do Instituto Federal do Rio de Janeiro (Sintifrj)
Associação Nacional dos Pós-Graduandos (ANPG – Associação Nacional de Pós-Graduandos)
Sindicato dos Servidores de Ciência, Tecnologia, Produção e Inovação em Saúde Pública (ASFOC)
Associação dos Docentes do Ensino Superior da FAETEC – (ADES-FAETEC)
Associação Nacional dos Pesquisadores das Unidades de Pesquisa do MCTI (ANPesq)
3marcha61117

Colabore com a APG-RJ. Se ainda não é sócio, ou ainda não quitou a anuidade, preencha o Formulário de Atualização Cadastral/Filiação, pague a Anuidade 2017 (meia anuidade – R$ 50,00) e ajude-nos a manter a entidade ativa.

 

A APG-RJ E A ELEIÇÃO NO CREA-RJ E NO CONFEA

4 de novembro de 2017

A APG-RJ e os seus associados têm todos os motivos para desejar o fim do CREA–RJ e do CONFEA. Trata-se de dois cartórios que recolhem milhões de reais de profissionais obrigatoriamente registrados, milhões estes que são gastos não para a fiscalização da atividade profissional e para a obtenção de um equilíbrio básico de direitos entre as diversas categorias neles representadas, mas sim para, com poucas exceções, sustentar uma nobreza decadente de conselheiros e dirigentes sedentos por diárias e viagens, e, também, uma massa inacreditável de empregados batendo cabeças em sedes opulentas.

Por que, então, continuar a ser representada (com um conselheiro na Câmara de Geologia e Engenharia de Minas, com o presidente no Clube de Dirigentes de Entidades Regionais e com um conselheiro no CONFEA) neste sistema falido e autofágico, que persegue por vezes os direitos inquestionáveis dos geólogos, e defender uma posição unitária na eleição do dia 15 de dezembro (sexta-feira), que renovará (ou não) os cargos de Presidente do CREA-RJ e de Presidente do CONFEA, e escolherá um novo Conselheiro para o Conselho Federal do CONFEA?

Simplesmente, porque os geólogos não têm mais a força política que emanava da Coordenação Nacional dos Geólogos (CONAGE) e das suas lideranças, e que garantiu avanços significativos junto à Assembleia Constituinte de 1986. Simplesmente porque, hoje, não há outra opção! O CONFEA é, apesar de seu trabalho pífio, a única entidade com capacidade econômica de articulação parlamentar junto ao congresso nacional e o único fórum no qual, embora com palavra e assento por vezes cassados, o geólogo pode ao menos reclamar. O CREA-RJ é, apesar da sua burocracia paquidérmica, a única instância para garantir que haja, ao menos, uma prova documental da atuação (ou não) de um geólogo ou uma empresa de geologia como responsável técnico em obras e serviços de geologia.

Não há como acabar com o CREA-RJ! Já tentamos no passado criar o próprio Conselho Profissional dos Geólogos, mas como vemos hoje no recém-separado do CREA, Conselho de Arquitetura, o problema só muda de lugar! Resta-nos, portanto, por ora, tentar recriar o sistema por dentro, abrindo pelo menos as oportunidades para confrontá-lo e criticá-lo fortemente. E isto, que é pouco, mas é viável, só será obtido se tivermos nos comandos do CREA e do CONFEA, no mínimo, pessoas que não segreguem categorias com menor representação numérica, mas sim as valorizem pela sua importância; que não usem o sistema para auferir vantagens pecuniárias; que respeitem as entidades de classe regionais e que viabilizem o seu funcionamento e a sua representação.

Por ora dois candidatos procuraram a APG-RJ para discutir seus programas e estabelecer compromissos, e, naturalmente, buscar votos dos associados e da categoria profissional. São eles: Carmem Lúcia, candidata à Presidência do CREA-RJ; e Tonhão (Antônio Carlos), candidato ao Conselho do CONFEA. Já no que tange à Presidência do CONFEA, a prioridade é derrubar qualquer possibilidade de vitória de um candidato ligado ao atual Presidente, José Tadeu da Silva, confesso inimigo dos geólogos!

A APG-RJ está em guarda! Acompanhará os debates que se avizinham e pedirá o voto unido dos geólogos para aqueles candidatos que abraçarem a defesa dos direitos dos geólogos!

A Diretoria

Colabore com a APG-RJ. Se ainda não é sócio, ou ainda não quitou a anuidade, preencha o Formulário de Atualização Cadastral/Filiação, pague a Anuidade 2017 (meia anuidade – R$ 50,00) e ajude-nos a manter a entidade ativa.

 

Os Facoidais na Roda de Samba

6 de outubro de 2017

Neste sábado, dia 07 de outubro, das 16h às 19h ocorrerá a roda de samba “Os Facoidais na Roda de Samba” no Bar do Choro (Rua Benjamin Constant, 104 – Estação Glória do Metrô). O evento presta uma homenagem a Serginho Meriti (página oficial), sambista nascido no bairro da Madureira e criado na cidade de São João de Meriti, que agora no início de outubro completou 59 anos.

Uma provinha do trabalho de Serginho Meriti pode ser visto no vídeo abaixo, onde o cantor interpreta “Vida que Segue”, de sua autoria em parceria com Rodrigo Leite.

Vídeo -> https://www.youtube.com/watch?v=dUVzdC2fRvE&list=RDdUVzdC2fRvE&t=11

A roda será comandada pelos músicos Eliézer Nascimento, Luis Carlos Neguinho, Silmar 7Cordas, Dodô da Água Santa e Raminho de São João.

Convidem os amigos, tragam a família e vamos aproveitar uma bela tarde com boa música, por que não?

 

“…Pra conseguir, eu vim de lá, sei como é

Se ninguém der a mão, a gente fica a pé

Num lugar onde tudo é difícil demais

O que a gente não faz vai ficar por fazer

E ficar por fazer é deixar o pior acontecer

 

Fazer o que, xará? É vida que segue

É tanta luz que nasce na escuridão

Mas se eu consegui você também consegue

Consegue sim, o impossível é possível, por que não?…”

Trecho de “Vida que Segue” (Serginho Meriti e Rodrigo Leite)

facoidais-do-samba

Colabore com a APG-RJ. Se ainda não é sócio, ou ainda não quitou a anuidade, preencha o Formulário de Atualização Cadastral/Filiação, pague a Anuidade 2017 (meia anuidade – R$ 50,00) e ajude-nos a manter a entidade ativa.

 

 

Curso “Micropaleontologia Aplicada à Geologia do Petróleo”

12 de setembro de 2017

APG-RJ oferece o curso “Micropaleontologia Aplicada à Geologia do Petróleo”, a ser ministrado pelo Geólogo Dr. Rogério Loureiro Antunes. Para mais informações clique aqui.

whatsapp-image-2017-09-12-at-09-12-25-1

Colabore com a APG-RJ. Se ainda não é sócio, ou ainda não quitou a anuidade, preencha o Formulário de Atualização Cadastral/Filiação, pague a Anuidade 2017 (meia anuidade – R$ 50,00) e ajude-nos a manter a entidade ativa.

 

Servidores do Instituto Geológico de São Paulo manifestam-se contra políticas de desmonte do órgão.

16 de agosto de 2017

Duas matérias publicadas em 30/07 pelo site ‘Direto da Ciência‘ (http://www.diretodaciencia.com) noticiaram as medidas do Governo de São Paulo (por meio da Secretaria do Meio Ambiente – SMA/SP) visando à venda do prédio onde, atualmente, funciona a sede do IG e o plano de fusão dos três institutos de pesquisa (Botânico, Florestal e Geológico).

Em resposta, os servidores do IG emitiram Carta Aberta em que questionam a “forma unilateral e autoritária” como as decisões vem sendo tomadas e sua real eficácia. Na avaliação dos servidores do órgão, as medidas podem “resultar inclusive em fragmentação institucional, assim como o inevitável desperdício dos recursos públicos aplicados até o momento“. Em apoio, a ABEQUA (Associação Brasileira de Estudos do Quaternário), divulgou nota onde se solidariza com os servidores do IG-SMA/SP.

Leia, na íntegra, a Carta Aberta dos servidores do IG -> CARTA ABERTA EM DEFESA DO INSTITUTO GEOLÓGICO

Abaixo, as matérias publicadas pelo Direto da Ciência:
Secretaria ambiental de SP planeja fusão de seus três institutos de pesquisa

Secretário de Alckmin tentou vender com ‘risco inaceitável’ sede de órgão de pesquisa

ig-sp

Colabore com a APG-RJ. Se ainda não é sócio, ou ainda não quitou a anuidade, preencha o Formulário de Atualização Cadastral/Filiação, pague a Anuidade 2017 (meia anuidade – R$ 50,00) e ajude-nos a manter a entidade ativa.

 

49º CBG – DATAS IMPORTANTES

10 de agosto de 2017

Como muitos dos colegas já sabem, de 20 a 24 de agosto de 2018, a cidade do Rio de Janeiro sediará o 49º Congresso Brasileiro de Geologia (49ºCBG), o mais importante evento da área do país.  A novidade fica por conta das datas importantes que acabam de serem divulgadas pelo Prof. Hernani Chaves, presidente do Núcleo RJ/ES da SBGeo e do Comitê Organizador do 49ºCBG, em sua conta pessoal no facebook. Especial atenção deve ser dada à data de submissão de trabalhos, que já se inicia agora em outubro e segue até o início de março.

A APG-RJ é uma das entidades apoiadoras do 49ºCBG e colabora com a Comissão Organizadora.

Abaixo, todas as DATAS RELEVANTES.
Início da submissão de resumos: 01 de outubro de 2017
Término da submissão de resumos: 01 de março de 2018
Término da submissão de resumos (PRORROGAÇÃO): 25 de março de 2018
Comunicado dos resultados da avaliação: 23 de maio de 2018
Data-limite para inscrição de autores: 24 de junho de 2018
Data-limite para inscrição on-line: até 12 de agosto de 2018
Realização do evento:20 a 24 de agosto de 2018

logo-sbgeo

Colabore com a APG-RJ. Se ainda não é sócio, ou ainda não quitou a anuidade, preencha o Formulário de Atualização Cadastral/Filiação, pague a Anuidade 2017 (meia anuidade – R$ 50,00) e ajude-nos a manter a entidade ativa.